Sites de amizade estrangeira

Me ajudem por favor, preciso de um conselho urgente!

2020.07.23 00:58 Cellbitoves Me ajudem por favor, preciso de um conselho urgente!

Boa noite a todos, acabei de fazer meu cadastro nesse site, após lê sem querer, um post antigo de uma pessoa( não citarei nomes) que estava na dúvida se trocaria a carreira pública pela iniciativa privada. Após a leitura dessa discussão nesse forum, percebi que deveria fazer o mesmo questionamento, visto que me encontro indeciso profissionalmente e com tendencias de DEPRESSÃO, isso será quase o meu primeiro desabafo da vida, bem para começar irei falar um pouco de mim, e serei o mais breve possível.

Sou um jovem de 18 anos que mora no Norte do país, ps: odeio morar aqui, tive uma infância relativamente tranquila, estudei sempre em escola privada( não sou rico, aqui no norte a escola particular custa mesmo de 600 reais), bem fiz amizades desde cedo, no entanto, meu pai começou a não querer mais trabalhar para governo que é o órgão que mais emprega nesse estado miserável que moro, tornando a minha mãe a responsável pelas finanças por muitos anos. Quando completei o ensino fundamental troquei de escola para uma das escola mais caras(r$800 de mensalidade), pois no início pensava em fazer medicina, no entanto o meu problema começa aqui, não me adaptei ao ritmo intenso de estudos pra vestibulares, pois é um modelo de estudo voltado a aprender pra marca o , e não estudar algo que vc tem prazer, e isso começou a afetar a minha vida pessoal, primeiro pq chegava em casa e via meu pai assistindo tv enquanto minha mãe se matava de trabalhar, eu não conseguia entender nada de química, e com esse enjaulamento em casa deixei de ter tantas amizades, e as que tinha construído na infância não queriam mais sair comigo pq era outra fase da vida, novas relações e cada um estava se redescobrindo.

Bem avançando um pouco a história comecei a ficar triste( AQUI COMEÇAR), ainda no primeiro ano tentei reunir todos meus amigos do passado com os meus colegas do médio, e deu "certo" bem entre aspas, pois quando fiz essa comemoração de 15 anos, ja de cara os brothers que eu mais consideravam não puderam ir, ai blz, curtimos esse dia. em Julho fui para BSB onde ja havia passado varias vezes antes pq meus pais tinham um ap lá( depois tiveram que vender). E sério não digo que lá é perfeito, mas coisas como BK, Starbucks, Outback e lojas jamais havia visto na minha cidade natal, sinceramente nesse ponto notei que eu estava perdendo tempo de vida na minha cidade natal.

Bem voltei e um ano após, comecei meu 2 ano do EM( 2018), meu pai voltou a trabalhar, talvez isso tenha me ajudo, ja consegui entrozar mais com a galera da escola, fui pra uns jogos de futebol, conheci muita gente nova, mas nenhum virou meu amigo so colegas de escola do tipo que te esquecem no ano seguinte. Esse ano eu consegui algumas coisas do tipo perde o ficar com uma mina, que me difamou em toda escola, pq ela tinha acabo um relacionamento recente( não fiquem com alguém que terminou recentemente), na época eu tinha uns 3 contatinhos no esquema e ela conseguiu estragar todos depois que a gente ficou. Bem, nessa época retornei contato com dois amigos meus de infancia, so que um continua brother e o outro que conheço desde os 4 anos, simplesmente me ignora, meio que não vai nos roles que eu chamo, fura no meu niver, isso me deixou muito pra baixo. Cheguei ao ponto de ir a um psicologo quando desabafei o que sentia, ele me falou que em todos os anos de carreira nunca havia visto algo assim( isso posso relatar em um futuro post), então me enviou a um psiquiatra que me recomendou remédios para dormir, os mesmos remédios que usam para pessoas em MANICÔMIOS, ele disse que eu tinha algum TRANSTORNO/DEPRESSÃO, bem deixei tudo passar, e segui em frente.

Em 2019 foi a minha pior decisão resolvi ir para o colégio mais elitista da região. Nunca tinha estudando em um ambiente com tantos mauricinhos e patricinhas(odeio essa galera que se exibe, só pq tem dinheiro). Era ano de vestibular e eu ja não queria mais fazer medicina, estava com planos de ir apra economia e me especializar em mercado financeira( uma de minhas paixões), no entanto, percebi que a matriz curricular das federais e particulares de economia so tem matérias de economia voltado a GESTÃO PÚBLICA, e onde eu ainda moro, não tem quase emprego para esses profissionais. O tempo foi passando, estava em uma escola nova da qual eu não gostava, com apenas 3 amigos, pensei que se conseguisse uma namorada as coisas iriam melhorar e bem eu tentei, a mina era linda( eu tenho muita pira com esse negócio de beleza quando vou entrar em relacionamento amoroso), so que eu tava tão fodido da cabeça que mesmo ela se interessando por mim, eu travei e perdi ela pra um outro mlk lá. RESUMO, eu não gostava da escola, mas consegui terminar, terminei indo parar na área de TI, pq sempre gostei de tecnologia, inovação e é uma carreira que eu não precisava ter um pré-requisito para entrar, e *incrivelmente esse ano a Federal não abriu vaga para o meu curso*. Paguei uma fortuna de colégio para ir para uma faculdade privada, que é boa sim, mas não precisava ter passado 3 longos anos da minha vida fazendo simulados de ENEM.

( SE NÃO TIVER PACIÊNCIA COMECE DAQUI)
Agora em 2020, tentei fazer um encontro, tipo rolezão, com todos os meus brothers de infância, e aqui começou a cagada, dos 20 "amigos" que eu tinha, so 3 foram e todo o resto sumiu, me ignoraram totalmente, tive uma CRISE EMOCIONAL do kct, cara eu to numa cidade que odeio, sem amigos, e de novo vendo a cena da minha mãe saindo pra trabalhar e meu pai sentado no sofá vendo TV, pq cansou de trabalhar. Comecei a refletir sobre o que quero fazer da minha vida a partir de agora, pq caiu a ficha, quando completei 18 anos.

( AJUDA POR FAVOR)
Meu curso tem duração de 3 anos, e eu quero ser independente até lá, agora começam as minhas DÚVIDAS, sou muito jovem, e por não ser rico a ponto de viajar, so conheço minha cidade e BSB, bem outra PAIXÃO minha é morar fora do BR( por isso escolhi TI, me da uma chance maior), eu comecei a investir na bolsa esse ano, consegui juntar uma graninha legal, comprei um curso de como ganhar dinheiro como produtor de infoprodutos, adquiri um curso grátis muito bom sobre Day Trade, e também um curso preparatório para CONCURSO PÚBLICO. Ai vcs devem estar pensando, " ta mais como assim vc vai fazer concurso, quer trabalhar na bolsa e quer ser programador morando fora?", e ai está o X da questão, perdi as esperanças no BR, sempre fui ligado na politica, acreditei que esse país aqui poderia mudar( pelo visto estou errado). So que com esses curso ai que dizem ensinar como fazer dinheiro na net, investir uma grana, comecei a colocar em dúvida se valia a pena mesmo ir para fora( é meu sonho) ou se tentaria ficar rico aqui mesmo, ps: tenho familia fora e a que mora aqui não tem muito esse laço de fazer festa, comemorar juntos, então isso não seria uma falta para mim.

(PLANOS VIÁVEIS?)
Meu pai agora decidiu largar tudo e ir para o USA para trabalhar de peão junto com o resto da minha familia que mora lá, achei a ideia até boa, já eu tenho duas idéias em mente( É AGORA GALERA) * Não sei e * PLANO 1- Me especializar na minha área durante a facul e aprender ingles, e daqui a 3 anos tentar ir para europa, Australia ou Canada para trabalhar como programador lá e realizar meu sonho de ir embora dessa jocha. OU
PLANO 2- Me formo aqui, continuo operando na bolsa, crio meu canal no YT( uma de minha metas), faço um concurso público, pq quero ter algo para eu não morrer de fome, ( cara quem é jovem aqui não tem oportunidade nesse paí, bora garantir o nosso que é), enfim, faço mestrado e doutorado, me mudo dessa cidade que eu odeio, vou para o sul do BR, tipo inteiro de SC, não confio mais em mulher brasileira, então iria ser um solteirão convicto hehe. E serei concursado com doutorado pago pelo órgão, ( eles pagam kk), teria dinheiro investido na bolsa, uma renda extra com cursos na net e canal no YT, nesse tempo também estudaria inglês, e com toda essa bagagem acumulada tentaria o visto de trabalho no exterior para minha área, casando com uma estrangeira.OU tentarei esquecer das merdas que aconteceu aqui no BR e morarei vivendo no meu carguinho público, no interior do sul.
(THE END)
Manos foi um desabafo e tanto, não? Resumindo, eu fico no BR, concursado com doutorado, tocando minha vida que eu sou apaixonado, que vai ser quando chegar em casa, e trabalhar no meu canal do YT e meus investimentos. OU eu termino minha faculdade daqui a três anos e meto o pé dessa desgraça enquanto sou jovem? ( para trabalhar na minha área, ja tenho visto, não sei inglês ainda)
submitted by Cellbitoves to desabafos [link] [comments]


2019.12.10 19:19 JairBolsogato Como a China está retornando à decadência do comunismo hard core

A China é um país que polariza a opinião das pessoas, incluindo a minha. Eu serei o primeiro a corrigir algo que seja injustamente criticado no país e o primeiro a apontar visões excessivamente otimistas do futuro da China que estão completamente erradas.
Os anos dourados acabaram e eu vejo um país em que as políticas mais pesadas estão começando a romper o tecido social.
A primeira coisa que a China fez corretamente foi o crescimento e desenvolvimento. Tenho que admitir quando deixava a China para visitar minha cidade natal uma vez a cada dois anos, entre 2008 e 2012, era vergonhoso ver que não apenas nada mudou em minha cidade natal, mas as poucas empresas e atrações que estavam conseguindo se manter à tona estavam fechando.
O centro da cidade, que antes era aceitável, estava agora com um comércio reduzido. Pessoas destituídas estavam saindo em massa em busca de melhores empregos e realmente parece que a administração e as políticas econômicas falharam totalmente.
Isso se deu não apenas em pequenas cidades mas também na capital. Senti como se aquele lugar estivesse preso em algum ponto dos anos 70 em termos de tecnologia e situação dos trabalhadores. Não era nem a sujeira, mas tudo parecia velho.
Ao voar de volta à China, olhava pela janela do avião e via os magníficos edifícios brotando do chão como brotos de bambu após uma boa tempestade de chuva. Saía do avião e pegava um ônibus direto que custa apenas US $ 7 para minha pequena cidade de três milhões de pessoas em questão de minutos. O ônibus sai a cada 15 minutos, mas se eu quisesse ir mais rápido ainda, poderia pegar o trem de alta velocidade.
Sim, mesmo minha pequena cidade sem nome tinha uma linha ferroviária de alta velocidade, uma das cidades menos importantes da província!
Além disso, já em 2013 eu conseguia pagar por tudo usando o meu celular. A qualquer momento da madrugada, eu podia encomendar comida e bebida e recebia a encomenda na porta.
Podia descer as escadas a qualquer hora da noite e sentar na calçada e comer e beber à vontade, fazer amizade com os habitantes mais curiosos e gastando pouco ou nada. Por volta de $5 comprava algumas cervejas e churrascos. As conveniências na China são enormes.
Na China me sentia relaxado: as regras eram mais uma sugestão do que qualquer outra coisa. Eu obtinha minha renda em dinheiro ou era pago pelo WeChat dando aulas de inglês. Com 20 e poucos anos de idade, a propaganda boca-a-boca bastava para eu ter uma renda boa e muito tempo livre pra curtir, conhecer gente e seguir hobbies, como o motociclismo.
Isso tudo eu comparava à perspectiva de crescimento profissional lento como administrador de rede na minha terra natal e achava horrível.
Eu consegui subir financeira e socialmente e eu realmente senti que aquilo lá era meu lugar.
Casei-me. Tive meu primeiro filho e, embora as responsabilidades como pai tenham assumido o controle, eu ainda podia ir pro meu terraço à noite com meus amigos tomar uma cerveja e ver a cidade ao meu redor crescer. O desenvolvimento parecia que nunca ia parar.
Eu até me expandi e comecei a fazer vídeos em tempo integral, com a liberdade de sair em expedições de um mês e filmar documentários na TV com pouco ou nenhum regulamento para onde eu poderia ir ou o que eu podia fazer. Eu falo chinês fluentemente e finalmente consegui seguir meus sonhos, andando de moto e filmando conteúdo incrível com meus melhores amigos.
Mas as coisas mudaram.
Foi bastante drástico: as passagens de trem e ônibus que eu mencionei agora precisam de uma identificação chinesa para comprá-las - algo que eu nunca teria, pois estrangeiro não pode se tornar cidadão da China. Nem mesmo receber um green card, e isso significa depender da ajuda da minha esposa comprando qualquer coisa relacionada ao transporte.
Agora é ilegal colocar uma bandeira americana ao lado da chinesa na entrada do meu centro de treinamento de inglês, mesmo que isso simbolize cooperação.
As visitas da polícia se tornaram algo regular na minha vida e de meus amigos e familiares. O governo agora diz que estamos sendo monitorados e seguidos constantemente e que eu devo ter cuidado ao postar qualquer coisa online ou ter cuidado com quem eu estou associado. Todo o meu conteúdo online sempre foi bastante positivo mas agora sites não chineses estão bloqueados. Minha pequena janela para o mundo exterior foi fechada.
Meu negócio de motocicletas com meu melhor amigo foi fechado quando o governo decidiu que queria usar o terreno para construir mais prédios fantasmas para investidores imobiliários insaciáveis. Ninguém foi consultado para saber se isso era bom.
Houve um grande aumento de sequestros no parquinho do bairro. Tendo uma criança em casa, a idéia de que eu poderia perder minha filha para traficantes de seres humanos me faz perder o sono à noite.
Um quebra-quebra perto de um hospital levou ao assassinato de inúmeras enfermeiras. Agora é difícil frequentar os churrascos devido à violência nas ruas, geralmente por causa dos bêbados.
Agora, a polícia me ameaçou arbitrariamente com prisão por eu ter pilotado um drone por cima do prédio onde moro. Eles disseram que havia uma base militar que era visível nas filmagens, só que outras filmagens do mesmo local foram postadas nos sites de vídeo chineses por chineses sem nenhuma aplicação arbitrária da lei.
Quando líderes aleatórios do governo chegam à cidade, vendedores de rua são enxotados e todos os seus os bens confiscados. Todas as opções que tenho para restaurantes em minha rua fecharam e reabriram com alimentos de qualidade cada vez pior.
Tenho ficado mais doente do que antes com a crescente prevalência de óleo de procedência duvidosa sendo usado na culinária e na cozinha. Álcool falso é vendido até em grandes redes de supermercados. Não dá mais para comer ou beber qualquer coisa fora.
Os prédios que gostava de ver começaram a mostrar sinais de abandono e aqueles "brotos de bambu" brotando em volta de mim a um ritmo alucinante acabaram se transformando em estruturas ocas e apartamentos vazios, alguns deles quase desabando após três anos.
Devido aos conselhos de minha família e amigos chineses, comprei meu próprio apartamento para minha família, mas o elevador desabou duas vezes neste edifício novinho - tinha literalmente acabado de ser construído. Rachaduras maciças se formaram nos pisos e nas paredes.
A China também decidiu banir aleatoriamente as motocicletas. Todos os dias eu planejava uma rota calculada para evitar barricadas policiais, onde eles pegavam suas chaves e tomavam sua motocleta indiscriminadamente. Isso causou uma explosão insana no tráfego de carros e tornou frustrante dirigir para qualquer lugar.
Quando fiz um documentário no norte da China, focado em mostrar as aventuras positivas que a China tinha para oferecer, fomos revistados e detidos pela equipe da SWAT deles e pelo Exército Popular de Libertação, aparentemente porque eles não queriam que mostrássemos imagens de camelos.
Nós fomos assediados e intimidados em algumas cidades e nem pudemos nos hospedar em alguns hotéis. Percebemos rapidamente que a atmosfera em relação aos estrangeiros havia mudado pela primeira vez.
Eu fui abordado quase semanalmente por moradores que estavam lendo muitas notícias sobre como os problemas da China são agora culpa dos estrangeiros: "vocês estão roubando nossas mulheres chinesas", "vai para casa estrangeiro", "eu não gosto de americanos". Membros da família que antes gostavam de mim começaram a me culpar por decisões políticas no exterior que consideravam má influência ocidental. A minha fluência em chinês passou de um trunfo importante para uma triste constatação de que as opiniões das pessoas sobre o mundo exterior estavam azedando.
Os estrangeiros estão agora encurralados em um sistema de classe A, B ou C determinado por padrões arbitrários e que ditam o que podemos ou não fazer pelo crédito social. Está sendo implementado um sistema que monitora sua atividade, o que você faz ou diz sobre o governo e praticamente todas as suas ações.
Faixas elogiando a liderança atual assim como toneladas de insígnias comunistas começaram a aparecer em todos os cantos do país. Agora podem ser encontradas câmeras em todos os semáforos e esquinas.
Com todos esses novos regulamentos, o cerco apertando, o aumento da xenofobia - até o crescimento parece estar mudando - transformaram-se de um inconveniente tolerável para um pesadelo burocrático confuso.
Você vê que a China sempre prosperou quando grandes áreas da vida não eram controladas. O capitalismo cobrou seu preço de muitas maneiras, mas a vida estava melhorando e eu até me sentia mais livre do que no Ocidente em muitos aspectos (embora não no político ou na liberdade de expressão).
Agora as igrejas estão sendo desmanteladas. Milhões de minorias étnicas estão sendo colocadas em campos de concentração e informadas de que precisam ser reeducadas. Famílias sendo separadas e destruídas.Opiniões estrangeiras de entretenimento foram bloqueadas. e/ou esmagadas. Oprimem até sociedades livres como você vê em Hong Kong, com militarismo ostensivo, ameaças de prisão e muita propaganda governamental enganosa.
Os projetos governamentais como a iniciativa "Belt and Road" criaram uma população que não se atreve a falar e desiste da pouca liberdade de dizer o que queriam e que eles tinham no início.
A China se tornou efetivamente um estado policial distópico. As pessoas que eu conheci e que estavam ascendendo socialmente foram profundamente afetadas quando regime de partido único se apegou ao status quo quando o castelo de cartas começou a ruir com a desaceleração econômica e outras mudanças no mundo ao redor.
A abertura para o diálogo com outras pessoas de outros países foi efetivamente encerrada. Eles criaram um exército de trolls na Internet para exercer influência e tentar provar ao mundo que não apenas somos nós contra eles, mas que sistema deles é o melhor.
Também sinto um pouco de culpa porque nos últimos 10 anos eu mudei, e talvez agora tenha me tornado mais amargo. Mas quando olho para a minha experiência, as pessoas que eu conheci e amei, as coisas ao redor, o lugar em que comprei uma casa e fundei uma família e vendo que tudo ao redor está mudando para pior, tudo ao redor está sendo cercado e apertado, e a liberdade de expressão e idéias das pessoas que uma vez floresceram nos primeiros anos em que me mudei para a China agora têm sido esmagados, percebo que nos últimos 10 anos eu comecei a entender realmente como as coisas estão funcionando e não apenas como as coisas estão potencialmente indo.
Hoje a idéia de eu voltar para casa na minha pequena cidade natal é o que mais faz sentido e me faz sentir muito bem.
http://www.youtube.com/laowhy86
submitted by JairBolsogato to brasil [link] [comments]


2019.12.08 05:44 JairBolsogato Como a China está retornando à decadência do comunismo hard core

A China é um país que polariza a opinião das pessoas, incluindo a minha. Eu serei o primeiro a corrigir algo que seja injustamente criticado no país e o primeiro a apontar visões excessivamente otimistas do futuro da China que estão completamente erradas.
Os anos dourados acabaram e eu vejo um país em que as políticas mais pesadas estão começando a romper o tecido social.
A primeira coisa que a China fez corretamente foi o crescimento e desenvolvimento. Tenho que admitir quando deixava a China para visitar minha cidade natal uma vez a cada dois anos, entre 2008 e 2012, era vergonhoso ver que não apenas nada mudou em minha cidade natal, mas as poucas empresas e atrações que estavam conseguindo se manter à tona estavam fechando.
O centro da cidade, que antes era aceitável, estava agora com um comércio reduzido. Pessoas destituídas estavam saindo em massa em busca de melhores empregos e realmente parece que a administração e as políticas econômicas falharam totalmente.
Isso se deu não apenas em pequenas cidades mas também na capital. Senti como se aquele lugar estivesse preso em algum ponto dos anos 70 em termos de tecnologia e situação dos trabalhadores. Não era nem a sujeira, mas tudo parecia velho.
Ao voar de volta à China, olhava pela janela do avião e via os magníficos edifícios brotando do chão como brotos de bambu após uma boa tempestade de chuva. Saía do avião e pegava um ônibus direto que custa apenas US $ 7 para minha pequena cidade de três milhões de pessoas em questão de minutos. O ônibus sai a cada 15 minutos, mas se eu quisesse ir mais rápido ainda, poderia pegar o trem de alta velocidade.
Sim, mesmo minha pequena cidade sem nome tinha uma linha ferroviária de alta velocidade, uma das cidades menos importantes da província!
Além disso, já em 2013 eu conseguia pagar por tudo usando o meu celular. A qualquer momento da madrugada, eu podia encomendar comida e bebida e recebia a encomenda na porta.
Podia descer as escadas a qualquer hora da noite e sentar na calçada e comer e beber à vontade, fazer amizade com os habitantes mais curiosos e gastando pouco ou nada. Por volta de $5 comprava algumas cervejas e churrascos. As conveniências na China são enormes.
Na China me sentia relaxado: as regras eram mais uma sugestão do que qualquer outra coisa. Eu obtinha minha renda em dinheiro ou era pago pelo WeChat dando aulas de inglês. Com 20 e poucos anos de idade, a propaganda boca-a-boca bastava para eu ter uma renda boa e muito tempo livre pra curtir, conhecer gente e seguir hobbies, como o motociclismo.
Isso tudo eu comparava à perspectiva de crescimento profissional lento como administrador de rede na minha terra natal e achava horrível.
Eu consegui subir financeira e socialmente e eu realmente senti que aquilo lá era meu lugar.
Casei-me. Tive meu primeiro filho e, embora as responsabilidades como pai tenham assumido o controle, eu ainda podia ir pro meu terraço à noite com meus amigos tomar uma cerveja e ver a cidade ao meu redor crescer. O desenvolvimento parecia que nunca ia parar.
Eu até me expandi e comecei a fazer vídeos em tempo integral, com a liberdade de sair em expedições de um mês e filmar documentários na TV com pouco ou nenhum regulamento para onde eu poderia ir ou o que eu podia fazer. Eu falo chinês fluentemente e finalmente consegui seguir meus sonhos, andando de moto e filmando conteúdo incrível com meus melhores amigos.
Mas as coisas mudaram.
Foi bastante drástico: as passagens de trem e ônibus que eu mencionei agora precisam de uma identificação chinesa para comprá-las - algo que eu nunca teria, pois estrangeiro não pode se tornar cidadão da China. Nem mesmo receber um green card, e isso significa depender da ajuda da minha esposa comprando qualquer coisa relacionada ao transporte.
Agora é ilegal colocar uma bandeira americana ao lado da chinesa na entrada do meu centro de treinamento de inglês, mesmo que isso simbolize cooperação.
As visitas da polícia se tornaram algo regular na minha vida e de meus amigos e familiares. O governo agora diz que estamos sendo monitorados e seguidos constantemente e que eu devo ter cuidado ao postar qualquer coisa online ou ter cuidado com quem eu estou associado. Todo o meu conteúdo online sempre foi bastante positivo mas agora sites não chineses estão bloqueados. Minha pequena janela para o mundo exterior foi fechada.
Meu negócio de motocicletas com meu melhor amigo foi fechado quando o governo decidiu que queria usar o terreno para construir mais prédios fantasmas para investidores imobiliários insaciáveis. Ninguém foi consultado para saber se isso era bom.
Houve um grande aumento de sequestros no parquinho do bairro. Tendo uma criança em casa, a idéia de que eu poderia perder minha filha para traficantes de seres humanos me faz perder o sono à noite.
Um quebra-quebra perto de um hospital levou ao assassinato de inúmeras enfermeiras. Agora é difícil frequentar os churrascos devido à violência nas ruas, geralmente por causa dos bêbados.
Agora, a polícia me ameaçou arbitrariamente com prisão por eu ter pilotado um drone por cima do prédio onde moro. Eles disseram que havia uma base militar que era visível nas filmagens, só que outras filmagens do mesmo local foram postadas nos sites de vídeo chineses por chineses sem nenhuma aplicação arbitrária da lei.
Quando líderes aleatórios do governo chegam à cidade, vendedores de rua são enxotados e todos os seus os bens confiscados. Todas as opções que tenho para restaurantes em minha rua fecharam e reabriram com alimentos de qualidade cada vez pior.
Tenho ficado mais doente do que antes com a crescente prevalência de óleo de procedência duvidosa sendo usado na culinária e na cozinha. Álcool falso é vendido até em grandes redes de supermercados. Não dá mais para comer ou beber qualquer coisa fora.
Os prédios que gostava de ver começaram a mostrar sinais de abandono e aqueles "brotos de bambu" brotando em volta de mim a um ritmo alucinante acabaram se transformando em estruturas ocas e apartamentos vazios, alguns deles quase desabando após três anos.
Devido aos conselhos de minha família e amigos chineses, comprei meu próprio apartamento para minha família, mas o elevador desabou duas vezes neste edifício novinho - tinha literalmente acabado de ser construído. Rachaduras maciças se formaram nos pisos e nas paredes.
A China também decidiu banir aleatoriamente as motocicletas. Todos os dias eu planejava uma rota calculada para evitar barricadas policiais, onde eles pegavam suas chaves e tomavam sua motocleta indiscriminadamente. Isso causou uma explosão insana no tráfego de carros e tornou frustrante dirigir para qualquer lugar.
Quando fiz um documentário no norte da China, focado em mostrar as aventuras positivas que a China tinha para oferecer, fomos revistados e detidos pela equipe da SWAT deles e pelo Exército Popular de Libertação, aparentemente porque eles não queriam que mostrássemos imagens de camelos.
Nós fomos assediados e intimidados em algumas cidades e nem pudemos nos hospedar em alguns hotéis. Percebemos rapidamente que a atmosfera em relação aos estrangeiros havia mudado pela primeira vez.
Eu fui abordado quase semanalmente por moradores que estavam lendo muitas notícias sobre como os problemas da China são agora culpa dos estrangeiros: "vocês estão roubando nossas mulheres chinesas", "vai para casa estrangeiro", "eu não gosto de americanos". Membros da família que antes gostavam de mim começaram a me culpar por decisões políticas no exterior que consideravam má influência ocidental. A minha fluência em chinês passou de um trunfo importante para uma triste constatação de que as opiniões das pessoas sobre o mundo exterior estavam azedando.
Os estrangeiros estão agora encurralados em um sistema de classe A, B ou C determinado por padrões arbitrários e que ditam o que podemos ou não fazer pelo crédito social. Está sendo implementado um sistema que monitora sua atividade, o que você faz ou diz sobre o governo e praticamente todas as suas ações.
Faixas elogiando a liderança atual assim como toneladas de insígnias comunistas começaram a aparecer em todos os cantos do país. Agora podem ser encontradas câmeras em todos os semáforos e esquinas.
Com todos esses novos regulamentos, o cerco apertando, o aumento da xenofobia - até o crescimento parece estar mudando - transformaram-se de um inconveniente tolerável para um pesadelo burocrático confuso.
Você vê que a China sempre prosperou quando grandes áreas da vida não eram controladas. O capitalismo cobrou seu preço de muitas maneiras, mas a vida estava melhorando e eu até me sentia mais livre do que no Ocidente em muitos aspectos (embora não no político ou na liberdade de expressão).
Agora as igrejas estão sendo desmanteladas. Milhões de minorias étnicas estão sendo colocadas em campos de concentração e informadas de que precisam ser reeducadas. Famílias sendo separadas e destruídas. Opiniões estrangeiras de entretenimento foram bloqueadas. e/ou esmagadas. Oprimem até sociedades livres como você vê em Hong Kong, com militarismo ostensivo, ameaças de prisão e muita propaganda governamental enganosa.
Os projetos governamentais como a iniciativa "Belt and Road" criaram uma população que não se atreve a falar e desiste da pouca liberdade de dizer o que queriam e que eles tinham no início.
A China se tornou efetivamente um estado policial distópico. As pessoas que eu conheci e que estavam ascendendo socialmente foram profundamente afetadas quando regime de partido único se apegou ao status quo quando o castelo de cartas começou a ruir com a desaceleração econômica e outras mudanças no mundo ao redor.
A abertura para o diálogo com outras pessoas de outros países foi efetivamente encerrada. Eles criaram um exército de trolls na Internet para exercer influência e tentar provar ao mundo que não apenas somos nós contra eles, mas que sistema deles é o melhor.
Também sinto um pouco de culpa porque nos últimos 10 anos eu mudei, e talvez agora tenha me tornado mais amargo. Mas quando olho para a minha experiência, as pessoas que eu conheci e amei, as coisas ao redor, o lugar em que comprei uma casa e fundei uma família e vendo que tudo ao redor está mudando para pior, tudo ao redor está sendo cercado e apertado, e a liberdade de expressão e idéias das pessoas que uma vez floresceram nos primeiros anos em que me mudei para a China agora têm sido esmagados, percebo que nos últimos 10 anos eu comecei a entender realmente como as coisas estão funcionando e não apenas como as coisas estão potencialmente indo.
Hoje a idéia de eu voltar para casa na minha pequena cidade natal é o que mais faz sentido e me faz sentir muito bem.
http://www.youtube.com/laowhy86
submitted by JairBolsogato to brasilivre [link] [comments]